[Resenha] Mate-me Quando Quiser - Anita Deak


Título: Mate-me Quando Quiser
Autor: Ania Deak
Editora: Gutenberg
Data da Publicação: 2014
Lugar da Publicação : São Paulo, SP
Número de Páginas : 248
Preço: entre 19,40 e 26,10 reais


Sinopse:
Decidindo que sua vida deveria chegar ao fim, mas sem coragem de cometer suicídio, uma mulher contrata Soares, um matador de aluguel. Resolve que sua morte acontecerá na bela cidade de Barcelona, e para isso envia ao seu futuro algoz a passagem de avião e o endereço de onde ficará na Espanha.


Ele deverá matá-la no prazo de quatro meses, quando for mais conveniente. Junto com o pagamento, manda também uma foto sua, para que ele saiba quem ela é. Mas ela não quer saber como é a aparência de seu matador. O destino, porém, nem sempre cumpre à risca os planos que costumamos traçar para ele.
Fonte: Skoob

Crítica e Resumo:

A primeira coisa que posso dizer do livro é que me surpreendi. A leitura é um tanto densa, a escolha de palavras é complexa, mas é exatamente assim que eu gosto. A autora, fez por merecer o Prêmio de Literatura. A história te prende desde o início, afinal, somente o fato de uma pessoa encomendar a própria morte já é algo que chama bastante a atenção. Não há nomes, exceto do próprio matador que acaba de revelando um outro tipo de pessoa, exatamente o contrário do que se espera de alguém frio o bastante para tirar vidas inocentes. Um conflito entre o restante dos protagonistas é o suficiente para manter o leitor com os olhos grudados no livro.Mas antes de uma história de amor mal resolvida, Mate-me Quando Quiser é um livro perfeito para a reflexão acerca dos principais questionamentos da vida como para onde vamos e por que estamos aqui, ou mesmo, qual a razão disso tudo. O livro é bom e merece a sua leitura. O final vai te surpreender.

Nenhum comentário:

Postar um comentário